Acerca do ERASMUS+

 

O que é o Erasmus +? 

O Erasmus+ é o novo programa da UE para a educação, formação, juventude e desporto.

O Erasmus+ entrou em vigor no dia 1 de janeiro de 2014. Este Programa consolida sob um único quadro de apoio as áreas da educação, formação, juventude e desporto e outros programas internacionais, incluindo o Jean Monnet e o Erasmus Mundus.

O programa Erasmus+ é destinado a apoiar as atividades de educação, formação, juventude e desporto em todos os setores da aprendizagem ao longo da vida, incluindo o Ensino Superior, Formação Profissional, Educação de Adultos, Ensino Escolar, Atividades para jovens e formação no âmbito do Desporto amador.

 

O que envolve o Erasmus +

O programa Erasmus + foi criado com base na iniciativa Erasmus, célebre pelas oportunidades que oferece aos estudantes universitários e ao pessoal docente do ensino superior, em termos de mobilidade para fins de aprendizagem, estágio ou formação.

O Erasmus + abrange agora cinco grandes áreas de educação e formação:

  • Oportunidades para a educação escolar para os funcionários e instituições;
  • Oportunidades para a educação e de formação profissional para estudantes, aprendizes, estagiários, funcionários, instituições e empresas;
  • Oportunidades para o ensino superior para alunos, funcionários, instituições e empresas;
  • Oportunidades para a educação de adultos para funcionários, instituições e empresas;
  • Oportunidades de integração europeia para o pessoal e as instituições académicas e de investigação.

 

Uma nova abordagem ao financiamento na educação e formação

A estrutura do programa Erasmus+ faz a evolução do anterior programa Aprendizagem ao Longo da Vida, refletindo a necessidade de uma maior simplificação e racionalização, maior transparência e facilidade de acesso para as organizações e cidadão europeus.

O Erasmus+ está estruturado em 3 ações Ação-chave (key action KA) e as atividades Jean Monnet e desporto organizadas da forma seguinte:

Organizações de todo os setores de educação, formação, juventude e desporto poderão candidatar-se a financiamento ao abrigo das ações 1, 2 e 3. As atividades Jean Monnet e na área do Desporto são ações separadas, com um foco muito específico de financiamento.

 

Quem se pode candidatar?

À exceção de qualquer instituição comunitária (Agências Nacionais, Comissão Europeia, Parlamento Europeu, Conselho da Europa), qualquer outra organização é elegível no Programa Erasmus +, salvaguardando as especificidades de cada ação.

 

Como posso candidatar-me a financiamento? 

Encontre aqui o precisa de saber para se preparar para as candidaturas ao programa Erasmus+.

O que precisa de saber agora: 

  • O financiamento é baseado principalmente em custos unitários e montantes fixos, com regras simplificadas para bolsas menores. 
  • As candidaturas são acessíveis a organizações, pelo que não será possível fazer candidaturas individuais a bolsas. Quer isto dizer que os cidadãos com interesse em terem uma experiência de formação internacional patrocinada pelo Programa, terão que contactar as escolas e outras organizações de educação e formação para se candidatarem. Serão feitas exceções específicas para o setor da juventude para que os grupos informais de jovens possam candidatar-se. 
  • Todas as organizações terão de estar registadas no sistema de registo on-line da Comissão Europeia antes das candidaturas poderem ser iniciadas. Este é um novo passo no processo de candidatura e deverão por isso dar tempo suplementar para completar esta etapa ao fazer um pedido. As organizações já registadas não precisarão de repetir o registo, terão no entanto que garantir que os dados constantes do registo se encontram atualizados.

Todas as Instituições de Ensino Superior terão que ser detentoras de uma Carta Erasmus para o Ensino Superior (ECHE) válida para participar nas atividades do novo programa.