Avaliação

Os projetos submetidos considerados elegíveis transitam todos para avaliação de qualidade.

  • Os projetos cujo montante financeiro solicitado seja inferior a 60.000,00€ são avaliados por um único perito externo à Agência Nacional.
  • Os projetos cujo montante financeiro solicitado seja superior a 60.000,00€ são avaliados por dois peritos externos à Agência Nacional com conciliação.

Todos os projetos são avaliados com base nos seguintes critérios de atribuição:

  • Pertinência do projeto;
  • Qualidade da conceção e execução do projeto;
  • Impacto e disseminação

Nota: Para informações mais pormenorizadas consulte a grelha de avaliação  do “Erasmus+ - Guia do programa”, na pág. 63, disponível aqui.

Os projetos que não obtenham a pontuação mínima determinada pela Comissão Europeia são automaticamente rejeitados.

Com base nos resultados desta avaliação de qualidade as candidaturas são hierarquizadas e apresentadas a um comité de avaliação que após a validação dos resultados propõe à Direção da Agência Nacional ERASMUS+ Educação e Formação, uma lista de projetos selecionados e rejeitados bem como o respetivo montante de financiamento, em função do orçamento disponível para cada ação.