Buscar

A Internacionalização do Ensino Superior


A Associação Europeia para a Internacionalização da Educação acaba de publicar o Barómetro da EAIE: Internacionalização na Europa (segunda edição), sobre o funcionamento e o desenvolvimento da política de internacionalização do Ensino Superior.


O Barómetro é constituído por uma série de estudos, fornecendo comparações longitudinais sobre o desenvolvimento da internacionalização ao longo do tempo.

Este estudo é geograficamente representativo, tendo questionado 2317 indivíduos de 45 países da EHEA e 1292 instituições.

Os resultados são apresentados em síntese e comparando os dados por país e região geográfica, tipo de IES e funções individuais da equipa, bem como comparações ao longo do tempo.

O estudo examina a forma e a função da internacionalização nas IES no Espaço Europeu. Centrou-se nos objetivos institucionais, nas atividades estratégicas prioritárias, nos desafios internos e externos, no impacto das políticas nacionais e europeias e no futuro da internacionalização na Europa.

O futuro da mobilidade Erasmus, os desafios éticos para as instituições em cooperação internacional, o crescente papel dos esforços de internacionalização pelas IES na mudança da política global e a resistência à internacionalização em instituições de origem são alguns dos assuntos abordados.

Apesar da inclusão estar na agenda europeia, o estudo demonstra que os estudantes do Programa Erasmus + tendem a ter uma formação homogénea.