Buscar

Dia da Europa 2020


Todos os anos, no Dia da Europa, comemorado a 9 de maio, festeja-se a paz e a unidade do continente europeu.

Esta data assinala o aniversário da histórica «Declaração Schuman», que teve por base um discurso proferido em Paris, em 1950, por Robert Schuman, o então Ministro dos Negócios Estrangeiros francês, que expôs a sua visão de uma nova forma de cooperação política na Europa, que tornaria impensável a eclosão de uma guerra entre países europeus. É, pois, considerado que a União Europeia atual teve início com a proposta de Schuman.

Num ano em que o Brexit está na agenda europeia depois de consumada a vontade expressa pelo povo em referendo; num ano em que o mundo é abalado por uma pandemia viral, o certo é a inevitabilidade de um reformismo transversal à estrutura europeia. É neste contexto que se assinala o 33º aniversário daquela que é uma das mais bem-sucedidas criações desta Europa sonhada por Schuman: o Programa ERASMUS. E neste ano termina a geração do programa Erasmus+ (2014-2020) para se iniciar, em 2021, uma outra fase de 7 anos, entre 2021 e 2027. É nesta conjuntura que será lançado o novo programa Erasmus, um Programa que sempre investiu e continua a investir no presente, olhando o futuro. Que transformou e continua transformando vidas e alargando horizontes de milhões de pessoas, estimulando as suas competências, autonomia, tolerância e mundividência.

Durante os 33 anos da sua implementação em Portugal, o Programa passou por diferentes estratégias, cresceu, foi consolidado, adotou uma cultura organizacional e uma capacidade de motivação sem precedentes.

O programa Erasmus continuará por várias gerações, adaptado às novas realidades e proporcionando cada vez mais e melhores oportunidades, quem sabe, até novas formas de aprendizagem, decorrentes da necessidade de se reinventar; para tal, contamos convosco, comunidade académica e não académica e com as gerações futuras de estudantes.

A ser lançado no primeiro semestre de 2021, o novo programa Erasmus continuará a contribuir para o sonho da uma Europa unida e que precisa dos seus. Este Programa que influencia gerações de indivíduos e de organizações há mais de 3 décadas pretende continuar a contribuir para um sentimento de pertença europeu e para uma consciência global, muito maiores. O futuro é incerto, principalmente num contexto de pandemia global; No entanto, numa perspetiva de continuidade e de expansão do Programa ERASMUS a partir de 2021, num mundo irreversivelmente interdependente e, simultaneamente, mais desperto, sensível e conhecedor, temos todos os motivos para apostar no crescimento continuado de mobilidades no âmbito do Programa ERASMUS, que é muito mais do que um programa de intercâmbio. É uma forma de vida universal.